Agronegócio, seria ele o grande vilão?

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

* Texto Publicado na edição Eletrônica, do dia 04/09/2014, do Jornal da Zona Sul.

Em tempos de Expointer, todos os candidatos, até aqueles partidários do MST, bem que tentam se mostrar amigos dos Produtores Rurais. Mas, por baixo dos panos a verdade é outra!

Desde o momento em que Marina Silva teve sua candidatura à Presidência da República confirmada pelo PSB, uma das principais preocupações de todos os brasileiros, com alguma noção de Economia, era qual seria o futuro do Agronegócio Brasileiro.

Hoje, o agronegócio é o setor mais importante da economia nacional, tendo até o presente momento atingido cifras de R$1,03 trilhão de reais, números estes que representam cerca de ¼ do valor total do PIB Brasileiro de 2013, que foi de R$ 4,84 trilhões. Ou seja, se não fosse por seus resultados, que ano após ano tem melhorado, ao contrário de outros setores de nossa economia, nem mesmo teríamos conseguido pagar parte de nossas dívidas.

Fico muito preocupada, ao ver pessoas, que se dizem cultas, espalhando por aí ideias mal embasadas sobre a tal vilania do agronegócio em relação à sustentabilidade ambiental, associando sua imagem, principalmente, ao aquecimento global.

No Brasil, temos observado nos últimos anos, um movimento pela busca de novas alternativas de produção agrícola, que não descartam o uso necessário de grandes áreas de cultivo e de criação de gado. Imaginem, se voltássemos aos tempos da agricultura de subsistência, seria impossível alimentar os mais de 200 milhões de brasileiros de nosso território.

Sim, o Agronegócio pode e deve ser sustentável e ecologicamente correto. Muitos de nossos produtores rurais, sabedores e estudiosos do tema tem aplicado em suas propriedades rurais a técnica da Integração de Culturas com sucesso.

Este sistema baseia-se na integração de culturas complementares; na simbiose entre as culturas empregadas, produtores, colaboradores e assistentes técnicos; e, na combinação e aplicação consciente de novas tecnologias e experiências. Se aplicado corretamente, há a dinamização da propriedade rural associada à minimização de riscos econômicos e ambientais.

Ambientais?

Sim isto mesmo, a Integração de Culturas, permite aos produtores rurais, de média e larga escala, a recuperação do solo e das pastagens degradadas, o manejo efetivo de plantas invasoras, a quebra do ciclo de infestação por pragas, a redução do uso de adubagem, o uso otimizado do maquinário agrícola (economia de combustível e diminuição da emissão de poluentes), entres outras vantagens.

E, como isto é feito? Bem, na grande maioria dos casos de sucesso no Brasil (RS, MG e MT), os produtores têm associado a plantação de arroz, soja ou de café com a plantação de árvores; e no caso do MT, a criação de gado mitigada com a plantação de árvores. A técnica de reflorestamento chega a lhes render até R$ 2.300,00 por hectare ao ano.

Por tudo isto, é chegada a hora de parar de demonizar nosso Agronegócio. A nossa Galinha dos Ovos de Ouro, necessita sim, de discussões conscientes, feitas por pessoas capazes de entender que grandes áreas de cultivo e de criação são necessárias e passíveis de ser ecologicamente sustentáveis!

O grande vilão aqui, sempre foi e sempre será a ignorância e a intolerância de algumas pessoas, que simplesmente não admitem a existência das Grandes Propriedades Rurais.

 

E agora, o que farão os Órfãos da Terceira Via?

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

* Texto Publicado na edição Eletrônica, do dia 20/08/2014, do Jornal da Zona Sul.

Antes da trágica morte de Eduardo Campos, o representante da tão aclamada terceira via, opção de sistema de governo surgida da necessidade por Mudança, tínhamos um quadro político quase que definido para o terceiro turno: Dilma X Aécio e Dilma X Eduardo Campos. E, se com Aécio sendo vencedor do primeiro embate, não acreditávamos que seria possível uma real mudança; já com Campos eleito, muitos brasileiros passaram a crer que um Novo Brasil seria possível!

Entretanto, e infelizmente, a providência divina não quis assim!

Marina Silva (sucessora de Campos), até tem tentado personificar uma falsa persona inovadora, mostrando ao povo um lado um tanto quanto moderno (quase beirando a bizarrice), mas quem a acompanha e conhece a fundo o seu histórico de “lutas” sabe muito bem que ela, na realidade, representa o oposto disto, seu ideário político se apoia em um comunismo oportunista e falacioso, que não deu certo em nenhum lugar do mundo!

Marina, não governará para a sua Inovadora turma de Militantes (composta por uma maioria de universitários, brancos, com até 24 anos), que acreditam na Mudança prometida. Ela, os usará para angariar votos. E, quando vencer, se vencer, se bandeará para sua verdadeira origem: seus correligionários petistas acrianos, aqueles a quem ela nunca abandonou e que deram a seu marido Fábio Vaz, o cargo de Secretário Adjunto de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis, no Governo Tião Viana (PT). (Fábio justificou sua permanência no cargo até agosto deste ano dizendo que, muito embora, seja um crítico veemente do governo Petista a nível nacional, não vê a necessidade de entregar seu cargo, já que para ele o Governo petista do Acre é diferente). Marina é aliada do PT no Acre e guarda uma amizade muito próxima a Tião Viana e seu irmão Jorge Viana, ambos do PT.

Para aqueles que ainda duvidam do que estou dizendo, aqui vai um pouco do histórico de Marina Silva e de seus pensamentos:

*Sua primeira filiação político partidária foi no PRC (Partido Comunista Revolucionário), que propagava os ideais marxistas-leninistas dos primórdios do PT. Fundou a CUT no Acre, filiou-se ao PT. Foi Ministra do Meio Ambiente, cortou relações com governadores, empresários, investidores, e com Dilma Rousseff. Saiu do PT, foi para o PV, como nele não conseguiu impor seus ideais e nem virar uma grande expoente, decidiu finalmente criar o seu próprio partido: a Rede Sustentabilidade.

a) Ela levanta a bandeira da ética, da moral e dos bons costumes, mas pensando bem onde ela estava no início do escândalo do Mensalão? No PT! E, o que ela fez quanto a isto? Nada, não entregou seu cargo e nem pediu para sair do partido. Enfim, ela, em nenhum momento, achou que a corrupção de seus colegas fosse motivo relevante para romper com o partido.

b) Em 2003, foi alçada ao cargo de Ministra do Meio Ambiente do governo Lula e, sim, só pediu para sair do partido quando percebeu que iria ser trolada, pela então Ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, na corrida pela vaga presidencial. Ou seja, em outras palavras, ela saiu do partido por interesse próprio e não por divergência ideológica ou por contrariedade ao comportamento corrupto de seus companheiros de legenda.

c) Até mesmo Eduardo Campos, quase teve que comer o pão que o Diabo amassou, ao ver alguns de seus aliados mais importantes o abandonarem, depois de decidir-se por Marina como vice. E, não só isto, a aliança, não se provou tão boa quanto Campos esperava, acabou por fazê-lo perder votos no RJ, em SP, MG e GO.

d) A Aliança com Campos, era apenas transitória, assim como foi com o PV, afinal ela sempre pula fora, quando uma aliança não lhe dá o tão sonhado poder! Em nota oficial, publicada em 26 de junho, a Rede Sustentabilidade deixou claro, que com a homologação do Registro do Partido na Justiça eleitoral, seus militantes (incluindo Marina) vinculados ao PSB, viriam a se transferir para a legenda de origem, sem sanções partidárias.

E, para corroborar a fuga iminente, ela já se encontra inconformada com a possibilidade de ter que assinar uma carta de Compromissos com o PSB.

e) Ela de forma alguma abandonou o Pensamento Petista, muito antes pelo contrário, é uma das mais ferrenhas defensoras e apoiadoras do Decreto 8.243, o que instituiu a Política dos Conselhões Populares, instituindo na prática um Poder Judiciário Paralelo. Para ela, o que importa mesmo é que as ideias da militância passem por cima da democracia representativa constitucionalmente instituída. Aliás, Constituição, pra quê?

f) Ela é contra o Agronegócio. Sim, isto mesmo, durante seu Ministério deixou isto bem claro. Ela deixava de lado projetos de infraestrutura (“esquecia” pedidos de licenças ambientais), fazia de tudo para atrasar empreendimentos públicos e privados, perdeu-se inúmeros investidores.

E, como se não bastasse durante a votação do Código Florestal, uma de suas propostas (ainda bem que não foi adiante), obrigaria os produtores de grãos e carnes deste país a reduzir suas áreas de investimento. Como podemos acreditar que ela quer o melhor para o país, se este mesmo país é totalmente dependente do Agronegócio, posto que é ele que está a nos salvar da falência completa?

e) Alguém já se perguntou, o que diabos é a Rede Sustentabilidade? Pois bem, se o PV, anos atrás surgiu como a vertente politicamente correta e Light/Diet do PT; a Rede Sustentabilidade, nada mais é, do que a versão universitária, politicamente mais organizada e autoritária do MST/MTST.

f) Até 1997, era católica. Agora, pertence a assembleia de Deus. Católica ou Evangélica, nunca abandonou as ideologias marxistas de combate à livre economia, à propriedade privada e ao agronegócio.

g) Nas últimas eleições se declarou Neutra, deixando seus 20 milhões de eleitores sem saber o que fazer. Mas, ela entretanto, soube jogar muito bem, pois declarando-se neutra, ajudou a eleger Dilma!

Se Marina for eleita Presidente e colocar suas garras de fora, como há tanto tempo anseia, poderemos de vez entrar em um Estado Não Democrático, regido por uma presidente sem habilidades de negociação que, possivelmente, nos conduzirá a uma crise política sem precedentes.

Por estas e por outras, se eu fosse uma das órfãs de Eduardo Campos, estaria sim, me sentido num mato sem cachorros. Já que, votar em Marina pensando que alguma coisa mudará, é sim, trocar seis, não por meia dúzia, mas por uma dúzia inteira de xiitas intransigentes!

O ideário da Terceira Via se acabou e com seus órfãos ficaram as incertezas: apoiar Dilma e apostar na manutenção da situação atual; apoiar o PSDB e voltar ao “status quo” anterior ou quem sabe apoiar Marina e entregar o país ao comunismo falido e antidemocrático!

ENEM 2011: as trapalhadas continuam…Parte II

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

Como se não bastasse o acontecido no Ceará, onde 14 das questões do ENEM 2011 foram copiadas pelos professores do Colégio Christus durante a aplicação do pré-teste e, após foram colocadas em apostilas de preparação pra o Exame, caracterizando-se assim vazamento de questões.

Hoje, descobriu-se que não foi só no Ceará que o vazamento ocorreu, em Minas uma das questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias constou, não “ipsis literis” (afinal o cursinho pré-vestibular Bernoulli foi mais esperto), de um simulado. A questão do caderno amarelo da prova de matemática foi copiada de modo inteligente pelo cursinho, que usou o enunciado do Enem para ilustrar exemplificadamente uma de suas questões.

Obviamente, tanto o cursinho em questão quanto o MEC negam a possibilidade de vazamento da questão. De fato, talvez neste caso não tenha havido vazamento direto das questões, mas para aqueles que não acreditam em coincidências, a pulga fica atrás da orelha!

O certo é que, a cada dia que passa, novas denúncias devam aparecer, denúncias estas que apóiem o pedido de anulação nacional da prova, que será encaminhado pelo Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais ao MPF, na próxima terça-feira. Segundo a Assessoria do Sinep: “Quando existe a quebra do sigilo em exame de escola particular, o MEC exige que a escola refaça e cancele o processo seletivo. Então o sindicado esta partindo deste principio. Nada garante que este pré-teste que aconteceu no Ceará vaze para outros estados”.

Até quando, nós brasileiros, aguentaremos de braços cruzados, que se tome a medida necessária ao bom andamento do ENEM: a demissão de Haddad!

Exame da Ordem: o único jeito é estudar!

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

Não adiantou, após uma tarde tensa o STF decidiu por unanimidade pela constitucionalidade do exigência de aprovação no Exame da Ordem para o exercício da profissão de Advogado!

Foi uma vitória histórica e bem-vinda  para a sociedade em geral, pois além dos ministros terem refutado definitivamente a argumentação do bacharel recorrente, o fez magistralmente trazendo a luz definições sérias e substanciais, quanto a importância da atuação  OAB não só no Estado de Direito, mas para a sociedade em geral.

A constitucionalidade da prova não foi apenas mantida em relação a sua legitimidade legal, mas também com uma argumentação ampla e irrefutável, o STF manifestou-se pela importância social do exame, desqualificando assim qualquer chance futura da prova ser derrubada pelo Legislativo.

Como se não bastasse, a pura e simples manutenção da constitucionalidade da exigência da prova para os Bacharéis de Ciências Jurídicas e Sociais, os ministros ainda abriram portas para outras profissões (Medicina e Engenharia) criarem provas no mesmo padrão, uma vez que segundo o relator tanto o Direito, quanto a Medicina e a Engenharia devem ter provas de proficiência, pois são profissões que lidam diretamente com a vida humana, sendo seu mau uso capaz de produzir danos irreparáveis à sociedade!

Boa ministro, é isso aí!

Parabéns a OAB pela brilhante vitória e a todos os advogados que, assim como eu, passaram dias e noites inteiras estudando e foram aprovados no Exame!

E, aos Bacharéis em Ciências Jurídicas e sociais fica a dica: chega de livre exercício de jus esperniandi, o jeito mesmo é estudar!

ENEM 2011: As trapalhadas continuam…Parte I

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

Após terem sido publicadas algumas das questões do ENEM 2011 no Facebook, questões (9) estas provenientes de um simulado aplicado por uma escola particular de Fortaleza (Colégio Christus), o MEC (a contra-gosto) acionou a Polícia Federal para verificar o Caso de “suposto” Vazamento do ENEM 2011.

Caso seja confirmado ao vazamento o MEC já está estudando a possibilidade de cancelar as provas aplicadas aos 639 alunos do Colégio Christus, que terão que submeter-se a novo Exame em novembro, juntamente com a população carcerária. Solução esta, aparentemente não aceita pelo Ministério Público Federal do Ceará, que através do Procurador Oscar Costa Filho manifestou-se no sentido de pedeir a anulação do ENEM 2011, uma vez que para o MPF o vazamento já está provado e só falta agora descobrir qual o caminho percorrido pelas questões, posto que não há como se ter certeza que elas apenas teriam vazado para os estudantes da instituição em questão. O INEP deverá ser acionado, o quanto antes, afim de que todas as provid~encias sejam tomadas para a anulação do ENEM 2011.

O Direitor do Colégio Christus manifestou sua preocupação, dizendo que de modo algum a instituição teve o acesso antecipado ao conteúdo das provas. Mas sim, o que pode ter acontecido, segundo ele, é que o banco de questões da escola tenha sido alimentado com questões pré-testadas.

As questões do Enem, segundo o diretor do Colégio Christus, são previamente aplicadas a alguns estudantes, afim de avaliar o grau de dificuldade do Exame. E, após este teste, ela são incluídas em um grande banco de itens que fica à disposição do INEP. De acordo com a escola, alguns de seus estudantes participaram do pré-teste, tendo então dado acesso ao conteúdo a seus professores, que as incluíram em apostilas de estudo.

Entretanto, de acordo com o MEC, nenhum aluno participante do pré-teste fica com o caderno de questões.

Seria muita ingenuidade se alguém viesse a acreditar que os alunos do Christus tiveram sorte e 9 questões do pré-teste foram reaplicadas? Sim, seria! Infelizmente, a explicação para isto é simples, os alunos saíram sim com o caderno de questões do pré-teste e por azar destes estudantes somente 9 questões foram reaproveitadas!

Será que depois de mais estas trapalhadas, Haddad continuará no poder ou será a bola da vez….

Caso Battisti – O BBB Ítalo-brasileiro: Berlusconi X Battisti/Brasil

Por Joséli Costa Jantsh Ribeiro

Muito me envergonhou a decisão tomada pela nossa Suprema Corte no Caso Battisti. Apenas envergonhou, pois surpresa não houve, já que como todos sabemos quantos de nossa atual corte foram empossados pelo governo passado e quantos mais o serão pelo atual, muito em breve teremos uma corte que rezará somente pela cartilha da “Ditadura Socialista”velada, que hoje a todos nós comanda!

A corte baseou sua decisão de soltura de Cesare Battisti, no fato de que este sr. seria merecedor do título de Asilado Político, posto que seus crimes ocorreram contra um regime anti-democrático. Vejamos, conforme dados facilmente achados na internet, a Itália é desde, o fim da 2ª Guerra Mundial, uma democracia, sendo ora socialista e ora não; pois bem contra este Estado Democrático Italiano voltaram-se, cada uma a seu tempo, tanto a máfia, quanto os extremistas de esquerda e de direita. Sim, todas as organizações mencionadas, de uma forma ou de outra, usaram do terrorismo afim de tomar o poder político. Todos, foram levados a julgamento e sentenciados, de acordo com o devido processo e as leis italianas. E, não podia ser diferente, já que cidadãos italianos que cometem crimes em solo italiano, só podem ser julgados e sentenciados pelas cortes italianas. Ou seja, nenhum outro país tem autoridade ou competência jurídica para ir contra tais determinações.

Nos anos 80, militantes políticos explodiram uma bomba em uma estação de trem de Bolonha, 85  pessoas inocentes morreram. Pergunto, em que a morte de tais pessoas  difere da mortes provocadas pela máfia em 1992, quando um juiz, sua esposa e seu guarda-costas tiveram suas vidas ceifadas, também por uma bomba? Porque no caso do juiz, os membros da Cosa Nostra foram vistos como criminosos comuns e os militantes políticos foram classificados com inocentes, pois agiam de acordo com suas “motivações políticas”? Lembrem-se em ambos os momentos a Itália era uma Democracia!

Ceasare Battisti, o italiano ao qual o Estado Brasileiro assegurou o status de asilado político foi julgado e condenado conforme as leis italianas, seu crime foi cometido durante o período democrático, logo contra que regime anti-democrático ele estava mesmo a lutar?Ele, tão somente lutava contra um regime que ele não concordava, era apenas mais um camarada socialista querendo mudar o mundo e, como todos sabemos, há outras formas de expressar indignação, mas infelizmente ele optou pela violência gratuita, assassinando pessoas, muitas delas em frente a seus filhos, que sim merecem justiça, já que foram privados da companhia de seus pais!

E, tudo isto para que, somente para chamar atenção. Sim, foi julgado à revelia, um instituto que faz parte do devido processo legal italiano. Fugiu, viveu escondido em países que lhe deram guarita, enquanto comandados por seus camaradas socialistas, ou ainda, em países que não possuiam acordos de extradição com a Itália. Fugiu, pois lhe faltou coragem para enfrentar as consequências de seus atos, posto que se inocente fosse, nada teria a temer. Fugiu, de livre e espontânea vontade, assumindo o risco da revelia e, por isto não deve ser premiado com a liberdade!

Infelizmente, foi premiado pela corte brasileira e agora vive entre nós como asilado político e mais adiante também a este assassino será ofertado o status de cidadão brasileiro. Decisão esta totalmente coerente com os preceitos emanados pelo nosso ex e também pelo atual Poder Executivo (já que o judiciário deixou de ser  independente faz tempo)!

Pergunto, porque todo este humanitarismo não foi, a seu tempo, ofertado aos pugilistas cubanos, habitantes de um país notoriamente conhecido por não ser um Estado de Direito? Ou, a indefesa iraniana apedrejada por ser adultera? Em nenhum dos casos em questão o Brasil pensou em colocar em dúvida o devido processo legal e as “leis” que regem tais países, por que?Simples, são decisões emanadas por seus amigos socialistas.

Hoje, os pugilistas encontraram abrigo na Alemanha, mas infelizmente graças a prepotência e às convições políticas ultrapassadas de nossos governantes, o Brasil é piada internacional. Como senão bastasse perder as aspirações ao G20, ainda levou para o seu buraco a Índia e a China, que também estão sendo ameaçadas de ter suas pretensões ao G20 canceladas.

E, tudo isto porque nossos governantes insistem em rezar por um cartilha política ultrapassada! Hello, alguém deveria mostrar que, nem os ditos países socialistas puros são os mesmos, URSS já acabou faz tempo (as estátuas dos camaradas foram devidamente destruídas) e Cuba está indo pelo mesmo caminho!

E, o Brasil, como sempre na contramão da história tentará mais uma vez, sem êxito lutar por um regime utópico! E, enquanto isto acontece, nós cidadãos assistimos ao fim das relações internacionais entre Itália e Brasil!

De minha parte, só desejo que Berlusconi tenha coragem e serenidade para implementar todas as medidas de retaliação contra o Brasil e que este apenas seja o primeiro país da Comunidade Europeia a fazer isto.

Como Renato Russo já cantava, o Brasil nada mais é do que um país composto por uma corja de assassinos, de estupradores e ladrões! Ou se ainda não o é, não tardará em sê-lo!

Homeopatia e outras Terapias Integrativas de Saúde – O Caminho da Libertação

Por Joséli Costa Jantsch Ribeiro

De tempos em tempos, a sociedade médica alopata vem a público tentar, em vão, desmoralizar os tratamentos integrativos de sáude.

A bola da vez é a Homeopatia, hoje os tais médicos em questão, apoiados sem dúvida nenhuma pela grandes indústrias farmacêuticas, que a cada dia que passa encontram-se mais desacreditadas, estão a divulgar o Movimento “1023 – Homeopathy There’s is nothing in it”, que se baseia tão somente em um ato desesperado de pessoas que não tem segurança suficiente nas suas próprias práticas convencionais de cura e, portanto, precisam desesperadamente desconstituir as técnicas integrativas de cura.

O grupo de ativistas anti-homeopatia, se reunirá para tomar uma “overdose” de medicamentos homeopáticos, numa tentativa, ao meu ver um tanto infantil, de provar que os tratamentos homeopáticos não funcionam. O objetivos deste grupo de pessoas é denunciar o desperdício de tempo e dinheiro com remédios que, segundo o seu ponto de vista deturpado, não passam de água com açúcar (só neste quesito, já demonstram a sua total ignorância sobre o tema, já que a homeopatia não se baseia somente em glóbulos). Será que alguém já disse para eles que a homeopatia, assim como a alopatia, deve ser prescrita por alguém (médico homeopata) competente parar isto. Afinal, se tomarmos um “antibiótico (e nem precisa ser uma overdose) não indicado para o tratamento de uma infecção específica, ele também não funcionará. Qualquer tratamento, só irá funcionar, se obedecer a uma prescrição correta para o caso concreto. Então, doutores, por favor, não percam seu precioso tempo, provando teorias por meios escusos e sem sentido.

A prática da homeopatia é antiga e há mais de 30 anos é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Médica Brasileira. Os céticos tem como único argumento que alguns estudos “científicos” comprovam que tais medicamentos não funcionam, bem esta que vos fala afirma com toda certeza que muitos dos tratamentos alopáticos, tão incensados pelos médicos, também não funcionam e, nem por isto, sai por aí fazendo campanha contra a medicina tradicional.

O mais correto, ao analisarmos este quadro, seria a busca de um caminho do meio, onde pacientes possam fazer uso da medicina tradicional e das Terapias Integrativas de Saúde como tratamento complementar e preventivo de  manifestações patológicas. O caminho do meio, na filosofia, é aquele caminho através do qual  o ser humano de liberta!

Muito embora, alguns dos ditos expoentes da classe médica, insistam na teoria que os medicamentos homeopáticos não funcionam, eu sou a prova viva que eles funcionam e muito bem. Desde os três anos sofria crises severas de amigdalite, que prontamente eram tratadas com antibióticos, a cada crise, mais potentes…Aos 15 anos, resolvi tentar fazer uso de homeopatia, para prevenir tais crises (3 por ano) e, desde então, só me lembro de ter tido mais 2 crises…Hoje, nem sei mais o que é dor de garganta…

Desde os 17 anos, sofria de dores constantes na articulação do joelho, fui a vários médicos renomados que sempre me deram como alternativas, remédios antiinflamatórios e até mesmo me sugeriram cirurgia. Como conheço algumas pessoas que sim, pasmem, foram vítimas de cirurgias mal feitas de joelho (aliás este fato é bem mais comum do que se imagina). Optei, até o ano passado, por viver com a minha dor e com um diagnóstico de “probleminha” no ligamento cruzado que se revelou errado.

O que sempre tive no joelho foi Condromalácia Patelar, que graças aos dignósticos errados daqueles médicos renomados, nestes quase 20 anos evoluiu de forma bastante acelerada. Meu atual ortopedista, sugeriu então que eu fizesse sessões de fisioterapia e que tomasse um condroprotetor (caríssimo) por pelo menos 8 meses…Perguntei a ele se não havia outra alternativa de tratamento e foi então que ele me sugeriu que buscasse a fitoterapia ou a homeopatia. Hoje, após um ano de tratamento com a homeopatia, voltei a correr e já não sinto mais as dores que antes eu sentia. Claro que, aliei à homeopatia 2 sessões semanais de Pilates.

Além dos tratamentos bem sucedidos para as inflações de garganta e dores no joelho, consegui me ver livre do uso de anti-histamínicos para Rinite Alérgica, hoje totalmente controlada através da homeopatia e do uso de Terapia Floral. E, também, já não sofro mais de crises de enxaqueca e tão pouco de cólicas menstruais. Estou muito feliz com a opção que fiz de aliar a medicina tradicional ( hoje somente usada em situações realmente necessárias) com os Terapias Integrativas de Saúde (que me mantem longe do uso contínuo de antiinflamatorios, anti-histamínicos e antibióticos).

Graças à prevenção proporcionada através da homeopatia e da Terapia Floral, nas raras vezes que precisei fazer uso de antibióticos (2 vezes nos últimos 10 anos), não precisei comprar os chamados Top de Linha, pois os mais básicos voltaram a dar conta do recado.

Assim como eu, outras pessoas de meu círculo profissional seriam plenamente aptas a dar seus relatos de sucesso com o uso da homeopatia aliada a medicina tradicional. Entretanto, apesar dos inúmeros depoimentos existentes neste sentido e apesar de tanto a Homeopatia como as outras Terapaias Integrativas de Saúde (entre eles a Terapia floral) serem recomendados pela Organização Mundial de saúde; seus críticos, em um último suspiro de desespero afirmam que o uso de tais tratamentos diminui a confiança do público na medicina tradicional, fazendo com que pacientes com doenças graves não procurem tratamento médico, conforme as palavras de Drauzio Varella: “Não conheço médicos que já não tenham atendido doentes seriamente prejudicados por práticas alternativas”, numa demonstração clara de total ignorância.

Ora, assim como ele conhece médicos que trataram pacientes advindos de tratamentos integrativos sem sucesso , conheço muitos médicos homeopatas e praticantes credenciados de terapias integrativas de saúde, que já trataram inúmeros pacientes mal diagnosticados e também vítimas de erros médicos, tratados por médicos adeptos da medicina tradicional. Então, por favor, nem tanto ao mar, nem tanto a terra, pois em todas as profissões encontramos charlatões e pessoas despreparadas.

Para aqueles que pesquisam a fundo o tema, que fazem uso da homeopatia e das terapias integrativas de saúde, associados aos tratamentos convencionais, fica evidente que a recusa pela procura destes últimos encontra-se ligada ao fanatismo de alguns médicos praticantes da homeopatia, que pregam a não necessidade e o abandono total da medicina tradicional. E, além disto, a já descrença da população, que encontra-se cansada de tomar remédios (ratos de laboratório modernos) desnecessariamente ou que não apresentem os resultados esperados.

Como usuária e Terapeuta Floral, afirmo que  as Terapias Integrativas de Saúde  associadas à medicina tradicional, tem-se revelado muito eficazes, reduzindo enormemente o tempo de tratamento de algumas enfermidades e também prevenindo muitas delas. Ou seja, ao meu ver seu uso e sua prática, em última análise, se bem empregadas em um longo espaço de tempo, não representariam um gasto aos cofres públicos, mas sim uma economia substancial! Fato este, que claro, não seria interessante nem à indústria farmacêutica alopática (que deixaria de ganhar milhões) e nem àqueles profissionais da saúde, que em vez de se ocuparem da prevenção de doenças, só querem saber de encher seus consultórios de pacientes, para somente tratar do sintomas, sem nem se dar o trabalho de pesquisar as causas, por trás da enfermidade!

Enquanto a sociedade, como um todo, não exigir profissionais de saúde aptos à analise das causas e não tão somente das consequências, continuaremos reféns deste fabuloso “Capitalismo Médico e Farmacêutico”! Abram os olhos, enquanto é tempo, digam não aos movimentos que buscam limitar seu direito de escolha, que nada mais são do que limitadores da Democracia!

A prevenção é sempre a melhor opção!!!E, o Caminho do Meio, é o Caminho da Libertação!!!

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: